segunda-feira, 31 de outubro de 2011

entre ondas e vagas de um mar laranja

outubro 2011

sobre a educação, ou a falta dela

quero começar este post a dizer que os meus pais são os reis da boa educação e me fizeram uma raínha da mesma. sim, podem não saber que copos vão com o quê, nem de que lado é que se serve a comida ou que se levantam os pratos e, portanto, a etiqueta é algo que nos passa ao lado mas quanto à educação...

das palavras que eu estava proibida de me esquecer constavam: bom dia (ou tarde, ou noite, consoante a altura do dia), se faz favor, obrigada, com licença, desculpe...
e em alturas que a minha memória me atraiçoava muitas vezes tinha um incentivo, físico, para me ajudar a recordar.

e posto isto devo também dizer que sou de outro planeta. sim porque neste, onde aterrei, não se usam tais palavras e perante alguém que as use a reacção é de um mudo silêncio. ainda bem que os meus pais já se deixaram de educar gente porque, coitados, iam ter de fazer horas extraordinárias e abdicar das férias há quantidade de trabalho que há por fazer... e eles já não têm idade, nem saúde, para isso.

domingo, 30 de outubro de 2011

e continuo sempre a ter reacções

ao facto de não possuir automóvel.

sábado, 29 de outubro de 2011

responsabilidades na crise

nasci depois do 25 de abril.
sempre exerci até hoje o meu direito de voto, nem que para isso fosse necessário fazer 300Km para deixar o boletim em branco.
nunca, até hoje, contraí um empréstimo.
tenho um cartão de crédito há menos de um ano por necessidade profissional, que implica viajar e marcar hotéis que na sua maioria necessitam de um número de cartão de crédito, e porque já estava farta de andar a aborrecer as pessoas para "me emprestarem" o número do seu cartão. é pago a 100% a 30 dias.
nunca fui operada, nunca estive internada.
nunca tive um processo em tribunal.
já não me lembro da última vez que tivesse recorrido ao SNS.
desconto voluntariamente para a segurança social (quando até podia não fazê-lo). 

... acho por isso que uns têm mais responsabilidade nesta crise do que outros. ou não????

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

da série: oh valha-me são gatolino que os gatos são mesmo criaturas panisgas!

goblas's cat sent by carmenzita

correcção: onde se lê goblas's cat deverá ler-se gobals & rosa's cat. 
sorry rosa aqui fica a correcção.
adenda: esta criatura panisga chama-se cookie.

a minha visão

surrupiado de um fb alheio

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

coisas que eu já devia ter aprendido

e ainda não aprendi.

o importante não é:
1. o trabalho que desenvolves;
2. as ideias que tens;
3. a qualidade do trabalho e os resultados que daí avêm.

o que importa é:
1. o quão bom és a fazer parecer que trabalhas;
2. o quão bem engraxas as pessoas certas;
3. o quão bom és a montar esquemas e
4. a quantidade de tempo que dispões a inteirar-te da vida dos outros.

quando uma menina e um gato se encontram pela primeira vez

terça-feira, 25 de outubro de 2011

afinal havia outra

pata.
já não bastava a dúvida que se tinha instalado, 
sobre a paternidade do patinho, 
eis que a pata josefina entra agora na trama para tentar o nosso elvis.
se, chegados a este ponto, não fazem puto de ideia 
do que estou a falar, vejam o capítulo anterior aqui.
e a pata josefina não está para brincadeiras e quer que elvis seja seu, 
de um jeito ou de outro.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

i just can't get enough


dormir a sesta


domingo, 23 de outubro de 2011

os amigos de gaspar

é tudo o que se me apraz dizer sobre a actualidade política portuguesa

sábado, 22 de outubro de 2011

para a S.

quando há honestidade intelectual (e não quando se obtem o grau por protocolo ou porque estrategicamente se fizeram parcerias para doutorar gente num ano) um doutoramento é uma prova de fogo. implica muito trabalho, muitas chatices, muito esforço (que no caso de um doutoramento na área experimental é tanto físico como intelectual) e, muitas vezes, os orientadores servem mais para desorientar do que para orientar. se a isso acrescermos o facto de que quando estamos em doutoramento a vida não pessoal não pára e, muitas vezes, ela apresenta-se com muitas épocas menos boas apercebemo-nos que de facto há ali um esforço que muitas vezes é sobrehumano. são horas e horas de experiências, muitas que não correm bem, aparelhos que avariam, artigos lidos, coisas que não funcionam, descoberta de novas estratégias, muitas noites sem dormir a tentar encontrar soluções, meses de trabalho que no fim vão para o lixo porque tudo corre mal e, depois, recomeçar tudo de novo. atalhando na descrição, quando no final se resume todo o trabalho em 20 minutos de slides, eles não dizem tudo o que se penou para chegar ali.
por tudo isso, e não só, porque testemunhei grande parte do trabalho da S. foi emocionante assistir às suas provas públicas. 

emocionante e comovente.
e no final um abraço que diz tudo.
agora está livre para partir para outra aventura!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

the lone ranger

outubro 2011

love it * love it * love it *

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

I'm always composed of Borium, Osmium and Sulphur

'cause I'm ALWAYS, ALWAYS the BOsS

post scriptum: às vezes também sou composto por Berílio, Enxofre, Titânio e Alumínio (BeSTiAl) 
e outras há em que sou composto por Gerânio, Níquel e Alumínio 
(GeNiAl).
 

um vídeo delicioso

aqui

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

that's why Piquenina is a tramp

I get too hungry, for dinner at eight
I love the theater, but never come late
I never bother, with people I hate

I love the free, fresh wind in my hair
Life without care
I'm broke, but it's o'k

I like the green grass under my shoes, what can I lose?
I'm flat! That's that! I'm all alone when I lower my lamp

Won't play Scarlett in "Gone With the Wind"

I like to hang my hat where I please, sail with the breeze.

I'm not so hot but my shape is my own

I wouldn't know what the Ritz is about.
I drop a nickel and coffee comes out:

I like the sweet fresh rain in my face.
Diamonds and lace - no got, so what?

tomada de posição

terça-feira, 18 de outubro de 2011

constatar o óbvio

1. os automobilistas têm pressa, por isso andam num veículo motorizado se não tivessem pressa andavam a pé (duuuhuhh).
2. os peões são preguiçosos e só sabem andar a passear, atrasando a vida aos automobilistas.
3. os automobilistas têm compromissos muito importantes, aos quais não podem faltar, e por isso não podem perder tempo a parar nas passadeiras.
4. se os peões têm mobilidade reduzida deviam ficar em casa. se ainda conseguem sair para a rua é porque não têm assim uma mobilidade tão reduzida e, assim sendo, 8 seg de semáforo verde para os peões é mais do que suficiente para chegarem ao outro passeio.
5. as pessoas que andam de transportes públicos são preguiçosas e não têm pressa. se tivessem não andavam de transportes públicos.
6. as paragens de autocarro só atrapalham a vida dos auutomobilistas porque ficam sempre localizadas no sítio onde eles precisam de estacionar (porque eles têm vidas importantes, com compromissos importantes) e mesmo quando eles ficam só a ocupar meia paragem, os preguiçosos dos transportes públicos ainda reclamam!
7. é inadmíssivel que, em pleno século XXI, ainda se acredite que os passeios são para os peões. 
8. os peões são uma praga que deve ser combatida, eles são a causa da existência de passadeiras, semáforos controlados por radar, semáforos para peões... tudo o que torna a vida dos automobilistas (gente que trabalha e tem vidas e compromissos importantes) insuportável.

momento LOL da semana

surrupiado de um facebook alheio

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

sobre a harmonia


imagem daqui

mantras sobre futi e frivolidades

1. quanto mais perto do corpo mais qualidade deve ter. isto vale para lençois vs cortinas.

2. rodeie-se de qualidade e não te quantidade. compre uma só vez e compre acertadamente.

3. cada divisão precisa de algo vivo. uma flor, um peixe dourado, um animal de estimação.

domingo, 16 de outubro de 2011

com um brilhozinho nos olhos

outubro 2011

sábado, 15 de outubro de 2011

é assim que se relança a economia?

 últimas aquisições

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

onde está o meu pitroil? - a banda sonora para acompanhar as declarações do coelho

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

tenho

literalmente os cabelos em pé (aka corte de cabelo novo)
o papinho cheio depois de um almoço bem disposto

isto é coisa para me arrepiar!



e depois da algazarra o instante de silêncio ao 1m52s. meu deus.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

come sopra, così sotto

recomeçaram as aulas de italiano e agora, para treinar, 
leio o horóscopo em italiano aqui
. 
se c'è una cosa che ti piace corri a prenderla
è inutile aspettare
sta scappando lentamente

o que não é notícia

tirado de um facebook alheio

terça-feira, 11 de outubro de 2011

so cool

video
gostava de ter um Nemo destes :)

momento LOL da semana

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

isto aqui não é o Reino Unido

é o planeta da piquenina e, aqui, este spot passa!


quantas vezes vocês quiserem clicar no play. no Reino Unido, este spot da ONE (uma organização humanitária) foi banido das televisões em consequência da aplicação de uma lei que proíbe anúncios de "entidades cujos objectivos sejam total ou parcialmente políticos". 
sim, falar da fome no mundo é uma questão política (infelizmente) 
e, desculpem voltar ao mesmo, isto é mais importante que a morte do Steve Jobs.

dragões. não estamos a falar de futebol.

(na loja da lego em ny e no bairo do castelo em budapeste, 2011)

domingo, 9 de outubro de 2011

super cat??


sábado, 8 de outubro de 2011

tchubirabirom

che tormentone*
e o que eu já me diverti com o título, com a música, com o videoclip
e a imaginar-me a dançar isto com umas quantas criaturas


*diz-se das músicas que ficam no ouvido e que não saem!!!

Chemistry & Timing

 
Ted: I've stopped believing. Not in some depressed, "I'm gonna cry during my toast" way. Not in a way I even noticed until tonight. It's just, every day, I think I believe a little less, and a little less, and a little less. And that... sucks. What do I do about that, Scherbatsky? 
Robin: You're Ted Mosby… You start believing again. 
Ted: In what? Destiny? 
Robin: Chemistry. If you have chemistry, you only need one other thing. 
Ted: What's that? 
Robin: Timing. But timing's a bitch.
in How I Met Your Mother

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

cama

so true!

um homeless dentro de casa


quinta-feira, 6 de outubro de 2011

iPhoi-se

sim, tenho pena que Steve Jobs tenha partido tão cedo.
sim, foi um homem visionário que mudou, ao seu jeito, o mundo.
sim, é indiscutível o seu talento, a sua genialidade e ficaremos para sempre na dúvida do que mais ele podia ter feito.

mas, e este é um mas muito grande, preocupa-me muito mais o estado do mundo em que milhões morrem à fome enquanto a outra metade do mundo se preocupa com o novo iPhone e a morte de Steve Jobs. preocupa-me que a fome e a morte de muitos se torne algo tão banal que os telejornais já nem se preocupem em noticiar e que o extraordinário seja a morte de um (seja ele Steve Jobs, o Papa, o Obama...)

sim, preocupam-me mais os milhões de anónimos que morrem na Somália, nos campos de refugiados, nos "teatros" de guerra...

e podiam-me perguntar se eu mudo a vida de milhares, ou se alguma vez mudarei (tanto produzindo algo incrível e inovador, ou ajudando esses que morrem de fome pelo mundo)? 
não.

mas para mudar a vida de muitos, podemos começar só por tentar melhorar a vida de uma pessoa, ou duas, não? e, isso, eu tento fazer.

porque a morte do meu avô, essa sim, foi uma grande perda para mim e para a Humanidade... mesmo que ele não tenha dado ao mundo o iPhone.

momento LOL da semana

surrupiado de um facebook alheio

sweet october

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Piquenina dança o copérnico na perfeição


como se fosse nativa da Esbórnia. 
(o que eu gostava de voltar a ver estes senhores ao vivo)

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Carmenzita dixit

em mais um item que fazia parte de mais uma encomenda que recebi, 
cheia de objectos variados.

ou então é tão somente uma caixa de ovos moles



obrigada à Bé pela felicidade que me proporcionou!!!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

when I counted up my demons, saw there was one for every day...

e o meu presente de aniversário

de mim para mim já cá canta.
sim, eu sei que é só em dezembro. so what?


domingo, 2 de outubro de 2011

ao menos só se estraga uma casota


sábado, 1 de outubro de 2011

gosto tanto disto

 que volto a repetí-lo aqui no planeta

  © Blogger templates 'oplanetadapiquenina' by oplanetadapiquenina 2009

Back to TOP