segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

se eu gostei disto?

claro que sim!
e se querem escolhas racionais e esclarecidas, 
com dissertações sobre muitas e variadas coisas, 
vão ler os críticos de cinema. 
por aqui há escolhas "porque sim".

couldn't agree more

Não era maravilhoso que na vida real, sempre que alguém falasse mais do que 30 seg, aparecesse esta orquestra nervosa dos Óscares?
David Fonseca, no seu facebook

she killed it with kisses

domingo, 27 de fevereiro de 2011

porque a Natureza (re)nasce...

e não há palavras que sejam suficientemente boas 
para descrever tamanha beleza.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

porque o cisne pode morrer de muitas maneiras...

a arte não é elitista
e o talento não faz distinção entre o clássico e a street dance

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

ela tinha-a fisgada e eu nem desconfiava

ela já tinha aqui sugerido, num comentário a um post , eu fazer um calendário com fotos do Miu e eu até achei piada à ideia e pensei: "hum, se calhar..."
ontem, porém, chegou isto aqui à casota.
lindo, lindo, lindo! 
um "Miu" por cada mês.
a capa, então, é bestial!

atenção

contem cenas de violência explícita 
e pode chocar algum dos blogoespectadores mais sensíveis.
video
créditos musicais: Movement Proposition by Kevin MacLeod

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Futi e Frivolidades

single f, under 33...

[Wanted:]
Single f, under 33, must enjoy the sun, must enjoy the sea
 
[Sought by single m:] Mrs.Destiny, send photo to address, is it you and me?


desabafo

ainda bem que tenho um planeta só meu.
o planeta comum aos terráqueos aborrece-me.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Markl Ribeiro de Vasconcelos em Pop Gregoriano

video

e, de repente, deu-me uma enorme vontade de ouvir isto e 
recordar como as viagens de comboio dessa altura 
foram (ainda mais) animadas ao som desta música.

cantores: Nuno Markl, Pedro Ribeiro e Maria de Vasconcelos 
em tema que baptizaram de Pop Gregoriano (devia correr o ano de 2004)

inquéritos

não sou dada a isso, mas pediram-me (alguém conhecido) para responder a um e eu anuí.
pergunta nº 500 (se calhar era só a décima primeira mas os inquéritos têm sempre este efeito sobre mim. se têm mais de uma pergunta são longos!)
Quantos automóveis existem no seu lar? (passemos à frente como está formulada a pergunta ok?)
1
2
+2

(não existia mais nenhuma possibilidade. tá visto que este inquérito não é para mim mas acredito piamente que esteja de acordo com a realidade portuguesa)

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

zumba na caneca

depois deste, este:


1 ovo pequeno
4 colheres (sopa) de leite
3 colheres (sopa) de óleo
2 colheres (sopa) rasas de chocolate em pó
4 colheres (sopa) rasas de açúcar
4 colheres (sopa) rasas de farinha de trigo
1 colher (café) rasa de fermento em pó

Ovo na caneca e bater bem com um garfo. (partir o ovo primeiro e deitar fora as cascas, ok?)
Acrescente o óleo, o açúcar, o leite, o chocolate e bata mais. (ele gosta de ser sovado)
Acrescente a farinha e o fermento e mexa delicadamente até encorpar. (e depois de ser sovado alguma delicadeza também é apreciada)
Leve por 3 minutos no microondas na potência máxima. (dá-lhe gás!)

Dicas
A caneca deve ter capacidade de 300ml. (que é para não terem de lamber massa do prato do microondas)
A medida de colher é sempre rasa. (pela mesma razão do ponto anterior)
Podem servir este bolo com coberturas e/ou gelado e podem comê-lo quente. (SIM pode registar-se a ocorrência de efeitos secundários. so what?)

uma amostra grátis

de como têm sido os dias

video
e não, não tenho um camião cisterna dos bombeiros 
no terraço a largar água em frente à janela

créditos musicais: Weeks of rain by Hauschka

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

como se tira uma mancha negra do estofo de uma cadeira?

Poemas que vivem na casota (30)

A quem faz pão ou poema
só se muda o jeito à mão
e não o tema.

[Agostinho da Silva]


domingo, 20 de fevereiro de 2011

agostinho da silva

Os mais fracos correm diante das suas emoções uma porta ondulada de ironia. Os mais fortes, porém, e eu desejo que você seja dos mais fortes, encerram-se num palácio de silêncio.
in “Sete Cartas a um Jovem Filósofo"

sábado, 19 de fevereiro de 2011

resposta

a propósito deste post, perguntaram-me como conseguia.
fácil
imaginem que são uma raínha.

ou lembrem-se deste filme.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

sobre a p*** da memória ou, no meu caso, a falta dela

1- fervedor ao lume com água - in extremis, com um restinho quase nada de água.
2- estufado - tudo para o lixo, panela negra como o stevie wonder.
3- panados na patusca - salvos mas algo esturricados

deverei comprar um extintor?

tango na igreja

e num casamento real

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

sinais dos tempos: pastas substituem gavetas.

quando estava na faculdade e tinha de estudar para um exame, quando tinha mesmo de estudar, dava-me sempre a vontade de ir arrumar aquela gaveta. aquela gaveta que permanecia todo o tempo desarrumada, onde tudo andava "à bulha", e com a qual eu convivia muito bem, tornava-se uma missão prioritária de vida ou morte. a meio da missão aborrecia-me, cansada do conteúdo da gaveta espalhado por todo o lado: coisas para guardar, coisas para deitar fora, coisas para colocar noutro lado... invariavelmente a gaveta acabava com menos lixo, mas igualmente desarrumada porque no final , já sem  paciência, era enfiar tudo à pressa lá para dentro.

hoje já nada disso me acontece. ultrapassei essa compulsão.
agora quando tenho mesmo de escrever (um relatório, um artigo, um projecto) o que me dá mesmo vontade de fazer é arrumar aquelas pastas no meu pc. aquelas pastas onde se acumulam artigos (centenas), ficheiros de dados, textos avulsos, resultados dos vários alunos. 

esta semana já vou na segunda pasta imaculadamente arrumada. aaaaaaaaaaah abençoada tecnologia, onde com o toque de um dedo vai tudo para o lixo sem ter de levantar o cú da cadeira e onde basta fechar a janela e já não se vê a pasta desarrumada.

sem título e sem legenda

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

marsupial

em dia de temporal...

estes homens passaram a manhã a tentar trabalhar neste telhado.
a tentar porque com o dia que está, com cargas de água (e granizo) repentinas, foram muitas as vezes que tiveram de sair e voltar.

às vezes a vida também é assim, um enorme temporal, com várias idas e vindas, com travessias solitárias e na esperança que no final nos possamos reunir com companheiros de jornada.

o que me emociona (20)

notícias e vídeos assim.


"Para celebrar o Dia da República, que a Índia comemora a 26 de janeiro, a maior cadeia de cinemas indiana, BIG Cinemas, juntou-se este ano ao Mudra Group, empresa de marketing e comunicação líder na Índia, para lançar uma campanha nacional contra o preconceito e a discriminação.
O primeiro passo foi este vídeo, onde centenas de crianças muito especiais cantam o hino nacional e que no primeiro dia de divulgação no Youtube somou mais de 200 mil visualizações.
Subordinado ao tema “O patriotismo não tem língua”, o vídeo, realizado por Amit Sharma, foi rodado no colégio Dom Bosco, em Mumbai, reunindo quase 500 rapazes e raparigas com deficiências na fala e de audição, de oito escolas da cidade.
“Com este filme quisemos chamar a atenção dos indianos para abandonarem os preconceitos contra todos aqueles que enfrentam algum tipo de deficiência física, como neste caso, ou por razões religiosas, de língua ou outros fatores que servem para nos dividir”, explicou Bobby Pawar, responsável criativo do Mudra Group. A intenção foi “utilizar o hino para que as pessoas fizessem mais do que cantar e ficar de pé”.
O hino nacional silencioso da Índia chegou, entretanto, a centenas de salas de cinema da Índia e outros locais da Ásia. E ao resto do mundo através do Youtube, onde já foi visto várias centenas de milhar de vezes."

via Expresso 

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Jimmy



"O Jimmy estava ansioso por conhecer a Janey 
pois desde o Natal sabia que ela existia mas estava longe.
Que melhor altura que o 14 de Fevereiro? 
Irá a Janey aceitar conhecê-lo??
Irá a Janey aceitar o seu doce coração??
Mais uma aventura no portal do Planeta!!
Não vamos perder pitada!!
Boa sorte Jimmy!!"

e assim parece dar início uma blogonovela! nunca li nada sobre blogonovelas... estarei a fundar um novo estilo? tornar-me-ei eu num Tozé Martinho da blogosfera? hummm...

é um hino... não sei a quê, mas é!

escutem aqui

viva as manhãs da comercial e o vasco palmeirim!

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

um post que diz tudo sobre este dia


abstenho-me assim de escrever sobre o assunto.

bolo de laranja na caneca



1 ovo
3 colheres (sopa) de óleo
4 colheres (sopa) rasas de açúcar
4 colheres (sopa) de sumo de laranja
5 colheres (sopa) rasas de farinha de trigo
1 colher (café) de fermento químico

Coloque o ovo na caneca e bata com o garfo. Adicione o óleo, o açúcar e o sumo de laranja e misture. Agregue a farinha, o fermento e misture até uniformizar. Leve por três minutos ao microondas em potência máxima.
Dica: Pode trocar o sumo de laranja pelo de limão. Mas, para essa substituição, em vez de 4 colheres (sopa) do sumo da laranja, use 2 colheres (sopa) do sumo de limão, pois o sabor é mais acentuado.

ficou "acachapado" em cima por cresceu de encontro àquela protecção que costumo usar quando aqueço algo no microondas.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

o queixinhas

"O primeiro-ministro francês defendeu-se das críticas às suas férias do último Natal no Egipto*, pagas por Hosni Mubarak: Mitterrand, Chirac e Sarkozy também fizeram o mesmo, disse François Fillon."


* corrigi o Expresso e coloquei o p, porque este planeta não aderiu ao acordo. d'accord?

electric dreams give a little respect


sábado, 12 de fevereiro de 2011

deve ser parvoíce minha...

vi o Black Swan e não percebo toda a excitação à volta deste filme.
nem tão pouco achei que a menina Natalie vá muito melhor do que noutros filmes.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

o que a crise (não) vai fazer pelo nosso look

Oiço muito falar de obesidade e, quando me deparo com estas diferenças parece-me que há mais explicações do que somente a falta de actividade física. Imaginem uma família com três pessoas. Estão a imaginar? Cá vai então

1 pizza média congelada marca PD - 1,99€
1 Kg de lasanha do LIDL - 3,99€
320g de lasanha marca continente - 1,69€

2 filetes de salmão congelados PD - 4,99€
1 filete de salmão fresco continente - 2,80€
400gr de filetes de pescada iglo - 3,39€

parece-me assim, óbvio, que a crise virá resolver alguns problemas de obesidade (o passar fome faz com que tendencialmente se verifique um emagrecimento), criará outros (os que eventualmente ainda comem salmão poderão ter que vir a atacar pizzas e lasanhas como se não houvesse amanhã) mas definitivamente não contribuirá para uma melhoria do look a nível nacional. é que quer obesos quer famintos tendem a apresentar a barriga dilatada.

o discurso do rei

é simples, perfeito, comovente e muito bem interpretado.
é uma mantinha quente, felpuda e macia numa noite de inverno.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

perfeito

(surrupiado de um fb alheio)

volevo un gatto nero... aspetta, già lo ho :)


Un coccodrillo vero,
un vero alligatore
ti ho detto che l'avevo
e l'avrei dato e te.
Ma i patti erano chiari:
il coccodrillo a te
e tu dovevi dare
un gatto nero a me.
Volevo un gatto nero, nero, nero,
mi hai dato un gatto bianco
ed io non ci sto più.
Volevo un gatto nero, nero, nero,
siccome sei un bugiardo
con te non gioco più.
Non era una giraffa
di plastica o di stoffa:
ma una in carne ed ossa
e l'avrei data e te.
Ma i patti erano chiari:
una giraffa a te
e tu dovevi dare
un gatto nero a me
.
Volevo un gatto nero, nero, nero,
mi hai dato un gatto bianco
ed io non ci sto più.
Volevo un gatto nero, nero, nero,
siccome sei un bugiardo
con te non gioco più.
Un elefante indiano
con tutto il baldacchino:
l'avevo nel giardino
e l'avrei dato e te.
Ma i patti erano chiari:
un elefante a te
e tu dovevi dare
un gatto nero a me.
Volevo un gatto nero, nero, nero,
mi hai dato un gatto bianco
ed io non ci sto più.
Volevo un gatto nero, nero, nero,
siccome sei un bugiardo
con te non gioco più.
I patti erano chiari:
l'intero zoo per te
e tu dovevi dare
un gatto nero a me.
Volevo un gatto nero, nero, nero,
invece è un gatto bianco
quello che hai dato a me.
Volevo un gatto nero,
ma insomma nero o bianco
il gatto me lo tengo
e non do niente a te.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

gatices

 Já reparou que o seu gato faz movimentos muito diferentes com a cauda?

Treme rapidamente a ponta da cauda: está a ficar chateado...
Treme totalmente a cauda e ronrona: está feliz e pronto para a brincadeira
Abana lentamente para cima e para  baixo e até parece que ginga conforme ele anda: está numa de relaxado
Totalmente erecta: quer dizer olá em gatês
Eriçada: está com medo e zangado
Abana  com força para cima e para baixo: Pos é, eu não sou cão. Se me vês assim estou furioso a pronto a atacar

A cauda dos gatos tem 10% do seu total de ossos e serve-lhes também para o equilíbrio. Gatos que tiveram que amputar a cauda têm maiores dificuldades em equilibrar-se especialmente no início.

daqui

em tempos idos...

não me passaria pela cabeça, a menos de um mês de ir a um congresso,
não ter as coisas (hotel & avião) tratadas.

nos tempos que correm é isso que acontece.

play it again Sam.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

seriam necessárias várias centenas de posts para listar tudo... fica um hiper-mega-resumo, vá!

sem palavras...

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

não me apetecem...

pessoas... e tudo o que isso acarreta.
justificações
palavras
chatices
conversas
palavras ditas... umas a seguir às outras


por aqui há 0 de interacções.

verde e vermelho

domingo, 6 de fevereiro de 2011

os bébés vêm de França...

e os Mius nascem em floreiras.
(fevereiro 2011)

sábado, 5 de fevereiro de 2011

não valeu.

Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena ter amanhecido
Ter me rebelado, ter me debatido
Ter me machucado, ter sobrevivido
Ter virado a mesa, ter me conhecido
Ter virado o barco, ter me socorrido
Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena ter amanhecido

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

gosto disto


(eu que, ao princípio, até embirrava com o rapaz)

dar-lhe a volta...


é fácil

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

a amiga imaginária que é amiga de uma ex-amiga imaginária

tenho uma amiga imaginária e como ainda sou Piquenina não há espanto nenhum nisso.
e nem que houvesse, a imaginação é minha e o blogue é meu.

tenho uma amiga imaginária que nunca vi mas com quem já falei várias vezes (parece-me que isto é por si só a definição de amiga imaginária, mas adiante, só porque eu gosto que a minha audiência esteja sintonizada com todos os conceitos aqui introduzidos). sim é verdade que já telefonei à amiga imaginária, várias vezes! por isso é oficial que consigo ouvir vozes. 
conclusão: posso ser maluca mas surda não sou, certamente.

este ano 2011 começou com uma perda. é que eu tinha duas amigas imaginárias, mas entretanto perdi uma porque ela se tornou real (de carne e osso, vejam lá). essa ex-amiga imaginária é amiga da ainda-amiga imaginária e atesta que ela existe mesmo. eu cá desconfio muito, porque isto na verdade pode ser só um grande esquema engendrado pela inefável associação invisível das amigas imaginárias.

acontece que eu desapareci da vida da amiga imaginária (uma inversão de papéis, portanto, que isto comigo nunca é simples nem regrado). e a minha amiga imaginária, que não está para estas merdas, ontem enviou-me um relatório de diagnóstico intitulado "A Piquenina e a puta da sua cabeça". a mim parece-me apropriado, aliás quem melhor que uma amiga imaginária para fazer o diagnóstico do que nos vai na puta da cabeça?

(ah pois é, agora é que vos apanhei nesta lógica da batata!)

é um relatório detalhado e focado, e  nada foi deixado ao acaso.
entre outras coisas foi-me diagnosticada a ocorrência de sintomas vestigiais do efeito saciperêrê*.

e mais não digo, que a relação Piquenina-amiga imaginária em 1º grau tem algum grau de confidencialidade.
a minha amiga imaginária sugeria várias alternativas de reacção ao seu relatório, nenhuma considerava um post no berloque, razão pela qual este post foi escrito.

amiga imaginária: és a melhor amiga imaginária que alguém, insane como eu,  pode desejar!

*É uma criança, um negrinho de uma perna só que fuma um cachimbo e usa na cabeça uma carapuça vermelha que lhe dá poderes mágicos, como o de desaparecer e aparecer onde quiser.

se fosse como...

a maioria: queixava-me.
os restantes: lamentava-me.
antigamente: enfurecia-me e esperaria o momento para dar o troco.

de momento, pouco me importa.
danço conforme a música.

play it again Sam

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

troféus de caça

especialização em ficar com o lugar dos outros e colocar um ar de inocente verosímil

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

ele há dias em que a saudade toma conta de tudo

achologia

não é um termo inventado por mim, mas por quem desenvolve e alimenta este berloque.
gosto desta "ciência" para a qual todos temos habilitações, ou achamos que temos (cá está a achologia a atropelar-nos).

achamos (quase) sempre que:
- os outros têm uma vida mais fácil
- se não têm uma vida mais fácil têm mais compensações
- se tivéssemos no lugar dos outros faríamos diferente (e este diferente quer dizer invariavelmente melhor)
- se a vida não nos tivesse pregado aquela rasteira tudo seria diferente (aka melhor)
- nos falta isto
- somos incompreendidos
- nunca faríamos aquilo
- somos mal amados
- merecíamos mais
- não merecíamos aquilo

e por aí em diante.
pode até dar-se o caso de algumas coisas serem efectivamente verdade.
mas verdade, verdade é que sempre que praticamos a achologia fazêmo-lo somente com base em alguns factos, aqueles que achamos conhecer

  © Blogger templates 'oplanetadapiquenina' by oplanetadapiquenina 2009

Back to TOP